Terracotta painted gorgoneion antefix (roof tile), ca. 540 B.C., via The Metropolitan Museum of Art, New York
Terracotta painted gorgoneion antefix (roof tile), ca. 540 B.C., via The Metropolitan Museum of Art, New York

Matava

Escrito em 29 de outubro de 2018.

Graças a deus 
Porque se pudesse hoje era o dia 
Topava ir pro inferno 
Pra mostrar o que é putaria 

Graças a deus 
Não posso nem comigo minha senhora
Subo estropiada ali no morrinho
Pra gritar que toda família do diabo chegou agora
Bora conversar aqui mais um pouquinho 

Graças a deus ainda sou criança 
O pé de trás bate no da frente 
Faço da ignorância minha esperança 
Com as mãos espalmadas na lama
Olho para as botas no inimigo 
E cuspo no chão antes de deitar na cama

Graças a deus não sei nada 
Porque se soubesse amaldiçoaria 
Inventaria um inferno de infernidades maiores 
Desses que nunca se acaba
Seria a própria medusa maldita entre as deusas 
Mulher cobra malvada 
Morria sim minha gente mas matava 

Imagem – Terracotta painted gorgoneion antefix (roof tile), ca. 540 B.C., via The Metropolitan Museum of Art, New York.

O que você acha?