Tag

Práticas

Lançamento do Relatório Direito à Comunicação Intervozes

Intervozes: Relatório Direito à Comunicação 2018

By Cultura & Sociedade No Comments

Mais uma oportunidade de falar. Foi o lançamento do Relatório Direito à Comunicação 2018 do Intervozes na livraria Tapera Tapera em São Paulo, transmitido ao vivo com a graça de quem pode mais. Meu tema foi o Blogueiras Negras, trabalho de muitas mãos e mentes de mulheres negras em movimento e luta que reuniu 400 autoras, 1200 textos e incontáveis horas de muito sentimento, sonhos, concordâncias e discordâncias, erros e acertos pra levar adiante projetos de mundo de quem veio antes.

Read More

Um corpo sem compras: eu não #voudemarisa

By Cultura & Sociedade 2 Comments

Essa semana a @Veronica_Rocha falou no twitter sobre tratamentos corporais, desses como clareamento anal. Já mostrei aqui coisa parecida. Acho isso tudo muito interessante mas… O que mais me instiga quando o assunto é beleza são os discursos de ódio ao próprio corpo. Ódio que se camufla por meio de palavras como autoestima, prazer, recompensa. Você certamente conhece o tal do eu mereço, slogan da Loreal. Discurso que nos faz consumir de um tudo afinal a pessoa mais importante do mundo sou eu. Se você não compra, não se ama. Mais ou menos como eu. Percebi que não uso produtos para cabelos além de xampu e condicionador, sempre os mais baratos. Que não faço manicure ou pedicure. Não uso hidratantes faciais ou corporais. Não depilo axilas, sobrancelhas, pernas ou virilha. Não uso maquiagem. Não faço regimes nem qualquer outra coisa para perder os 30 quilos que ganhei após a gravidez. Não escondo as cicatrizes da cesárea e nem do seio submetido a uma quadrantectomia. Não fiz nada para que ficassem clarinhas. Como disse, os únicos produtos que uso são xampu, condicionador, sabonete, pasta de dente e desodorante. Simplesmente não estou preocupada. Muitos dirão que não me amo. Por que mulher que se cuida ama usa um sabonete, um hidratante, um esfoliante e um desodorante para cada parte…

Read More

práticas: desemprego voluntário

By Cultura & Sociedade No Comments

Se estamos alinhados em nossos propósitos de repensar nossas vidas e encontrar novos significados, temos que questionar até que ponto estamos dispostos a abandonar aquilo que podemos identificar como engrenagens dessa máquina de violência, morte, exploração e destruição: “o sistema”. E quando somos nós a engrenagem? Temos certeza que você não é sua profissão, seu sobrenome, sua escolaridade, roupa que veste ou conta bancária. Nós queremos saber quem é você quando está livre dessa doença que faz com que sua liberdade e suas ideias sejam sacrificadas em nome de coisas que provavelmente sequer são necessárias para sua felicidade. Então quem é você? Poderás ser quem você quiser: uma mezzo soprano de espetáculos de rua, um cellista que toca em cemitérios aos domingos, uma pessoa que faz pães num forno de barro construído coletivamente na praça do seu bairro, um alfabetizador urbano, uma ciclista rural, um reparador de radiotransmissores, uma artesã… Quem somos? Abandonamos nossos empregos para dedicar nossos dias às nossas familia, amigxs, comunidade, cultura libertária e ao bem comum. Aos patrões, corporações, governos e todo tipo de hierarquia informamos: em prática, o desemprego voluntário. — Livremente inspirado em freegan.info

Read More