Tag

cinema

Entrevista com Gabriela Watson Aurazo, autora de Flores de Baobá

By Uncategorized No Comments

Flores de Baobá mescla a linguagem poética e observacional ao acompanhar a trajetória de duas educadoras: Nyanza Bandele na Filadélfia e Priscila Dias em São Paulo. A cineasta, Gabriela Watson Aurazo realiza uma jornada a fim de estabelecer conexões entre as comunidades negras da Diáspora Africana no Brasil e Estados Unidos. Sob uma perspectiva feminina, o documentário pretende abordar as semelhanças entre as mulheres negras e a luta de cada local para alcançar a igualdade na educação. Por que comunidades periféricas onde reside a maior parte da população negra apresentam uma enorme desigualdade ao acesso à educação de qualidade? Podemos construir uma escola que valorize nossa ancestralidade africana? Qual é a importância das mulheres negras como educadoras em nossas comunidades? Estas são algumas das questões exploradas em Flores de Baobá. Entrevistamos Gabriela e suas respostas reveladoras mostram a luta por construir sonhos possíveis. Confere! Adoraríamos saber mais sobre Gabriela Watson Aurazo. Quais eram seus sonhos de infância por exemplo? Quando penso nos meus sonhos de criança, lembro que gostava muito de dança, música e esportes. Na primeira infância sonhava em ser ginasta e me inspirava na Nadia Comanesci, não conhecia nenhuma ginasta negra. Quando comecei a praticar vôlei e basquete…

Read More

Um Egito Negro incomoda muita gente

By Arte 14 Comments

Usurpar patrimônio africano não basta, também é necessário embranquecer seus sujeitos. Tanto na série José do Egito (atualmente em reprise pela Record) quanto em Êxodo: Deuses e Reis as personagens são majoritariamente brancas. Os realizadores são incapazes de reconhecer que todo um complexo sistema de crenças, filosofia, arte, arquitetura, astronomia e medicina são coisas de preto. Qualquer movimento diferente disso, mesmo a simples hipótese de que os antigos egípcios era negros, é vandalismo demais para aguentar.

Read More

Balanço da Mostra: a onipresença de Tarkovskij

By Arte No Comments

A vedete da 36ª Mostra é mesmo um cara chamado Tarkovskij: ele é responsável pelas polaroides que viraram exposição, cartão e vinheta da mostra, pela especial atenção conferida ao diretor e roteirista japonês Kenji Mizoguchi, citado em suas palestras. É claro que temos uma ótima razão para isso, a comemoração dos 80 anos de seu nascimento, seu talento e coisa e tal. Por sua onipresença, Tarkovskij tem sido o responsável pelo que de melhor (e pior) vi nesse primeiro final de semana de filmes. Pra resolver o caso fiz uma lista explicando quando, onde e o quê eu gostei e desgostei… Número 9: Programa Tarkovskij 3 Como disse antes, Tarkoviskij está em todos os lugares, então decidi dedicar um dia somente a ele. Foi no sábado, no MIS onde toda programação falava do diretor. Ao todo 3 um documentários com depoimentos sobre seu modo de dirigir, sua vida, seus sonhos e um debate. Além de seus filmes, o assunto era o fato de ele ter sido uma personalidade magnética e um amigo como poucos. Tudo muito lindo, é verdade. Mas cansou porque babação de ovo, mesmo quando o assunto é alguém tão importante, cansa. Próxima exibição: FAAP 22/10/2012 – 11:00 –…

Read More

Confira a programação da 36ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

By Arte No Comments

A mostra começa dia 18 e a programação está disponível, não no melhor formato possível, mas disponível: confira aqui a programação da 36ª Mostra de Cinema de São Paulo por data ou por filmes. Essa é a mesma versão disponibilizada pela Central da Mostra aqueles que vão comprar seus ingressos. Leve papel e caneta. O único problema é que existem apenas 6 versões impressas para consulta no local e é preciso alguma paciência durante o processo. Quem já garantiu passe livre, pode retirar os ingressos com até 4 dias de antecedência. E tem notícia boa para quem comprou a Pernamente com acesso livre até as 17h55: será possível acompanhar as sessões que começarem até as 18h00, nada mais justo, embora eu ache que essa modalidade deveria ter o período esticado até as 19h00… Para quem ainda está com vontade de comprar as Permanentes, tudo vai bem obrigada: ontem quando fiz meu credenciamento não havia filas e ainda havia gente comprando esses ingressos. A lojinha também está aberta e oferece bolsas, camisetas, bonés, borrachas, lápis, canetas… Sentiu? Não há canecas à venda. Snif. Lawrence da Arábia de David Lean (216′) será exibido dia 23/10/2012 no ESPAÇO ITAÚ DE CINEMA – FREI CANECA 1 às…

Read More

A morte lhe cai bem há 20 anos

By Arte 2 Comments

Oh ok! Well if she’s not dead, you tell her to come down here, come right up to me and kiss me on the… Para minha surpresa, A morte lhe cai bem (que em Portugal se chama A Morte fica-vos tão bem) completa 20 e não 26 ou 28 anos, como Curtindo a vida adoidado, Garota Rosa Choque ou O clube dos cinco. Apesar de nem sempre tratar da temática adolescente, sempre associei o nome de Robert Zemeckis (61 anos) ao de John Hugues (morto aos 59 anos em 2009) por causa da franquia De volta para o futuro e Uma cilada para Roger Rabitt. Em A morte lhe cai bem, Meryl Streep “rouba” e se casa com Bruce Willis, antes namorado de Goldie Hawn. Por causa disso eas amigas se odeiam. Alguns anos depois, quando o casamento não vai tão bem, Meryl é uma atriz infeliz com sua idade e aparência. Goldie Hawn também procura permanecer jovem e radiante pois agora é uma escritora de best-sellers. O problema é que as duas se detestam e dividem a atenção de Bruce Willis, um cirurgião plástico da qual dependem para manter sua aparência física. A relação dos três é explosiva e revive as mágoas  e conflitos do passado. Para complicar a situação, os três vivem de sua aparência física e moral. As duas…

Read More