Tag

música

Let's Dance completa 30 anos

By Arte 2 Comments

No começo da década de 80 a maneira de consumir cultura era diferente. Não havia, por exemplo, a opção de não ver o Fantástico – era no domingo à noite que a gente ficava sabendo o que de bom os grandes nomes do pop estavam fazendo de bom. E sem espaço para qualquer reação mais extremada pois além dos pais, muitas vezes os avós estavam na sala. Que MTV que nada. Apesar de ter nascido em 1981, levaria um tempo para o formato chegar no Brasil. Restavam as rádios. Mas mas para ver essa coisa nova chamada clipe, era preciso esperar pelos lançamentos mundiais na telinha. Com Let’s Dance, há exatos 30 anos, foi a mesma coisa. A dúvida é se foi na Rede Bobo ou no Clip Trip da Gazeta, um programa de música pop que tinha o inesquecível Capi Capi Capi Capivaraaaaaaaaaaaaaa. Infelizmente os clipes não era a regra na época glam rock de David Bowie. Ainda assim, mesmo criança, tive a nítida sensação de que Let’s Dance era uma espécie de renascimento. Em 1983, ele tinha a mesma idade que tenho hoje. Aos meus olhos de menina, era um quase senhor que deixava para trás les annés completement…

Read More

Toda terça: Ellen Oléria

By Arte One Comment

Eu estou aqui embasbacada. Não sei como escrever sobre essa voz que agora todo Brasil conhece, Ellen Oléria. E também me sinto uma monga porque há alguns anos atrás eu a vi no twitter mas deixei passar. Pois bem, esse nome entrou em meu coração de forma indelével. Ellen Oléria, Ellen Oléria, Ellen Oléria. Não cabem comparações mas são inevitáveis: um quê de Dra Simone por suas letras negras, o código genético de Sandra de Sá, a majestade de Cesária, o frescor de Virgínia Rodrigues, a originalidade de Cássia Eller e um talento muito maior que o de Beyoncé, Rihanna e Paula Lima. É, eu não deveria mas agora já foi. Sei lá, nem consigo lembrar da última vez que senti isso. Talvez com Cee Lo ou Amy, eu acho. Veja e me conte… [youtube http://www.youtube.com/watch?v=imMkmIz1-T4] E o que senti? A verdade o sofrimento do cativeiro. A gente sabe que nossos (meus e quem sabe os seus também) antepassados foram escravos, talvez por gerações sofrendo por causa do racismo, preconceito e… Acaba meio que se blindando. Daí vem alguém que desarma tudo isso e te coloca de frente para essa dor e para o júbilo de ter sobrevivido e persistido. Eu chorei por mim e pela dor…

Read More